GT da Sociedade Civil para a Agenda 2030 participa da Greve Global pelo Clima

Mobilização ocorreu na última sexta-feira, no Recife, em parceria com a ONG Gestos e apoio da Rede ODS Brasil; uma das ações foi feita em conjunto com ativistas do Greenpeace

O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030) participou, na última sexta-feira (20/09), das mobilizações globais pelo clima. A atividade ocorreu no Recife, em parceria com a ONG pernambucana Gestos e apoio da Rede ODS Brasil. Pela manhã, os(as) ativistas fizeram uma ação em semáforos do bairro das Graças, Zona Norte da cidade, com faixa e panfletos, no intuito de alertar motoristas e pedestres que a emergência climática não é fake news. O grupo também deu um abraço simbólico no Rio Capibaribe, na altura da Ponte da Torre.

Na parte da tarde, o grupo se uniu a ativistas do Greenpeace para uma ação na Praça do Derby. Estavam presentes jovens do Amazônia na Rua e Recife sem Lixo, entre outros coletivos. No Twitter, o GT Agenda 2030 participou de um tuitaço nacional. A ideia foi exigir dos governantes e tomadores de decisões ações urgentes para evitar o colapso do clima, que promovam uma transição justa para as energias renováveis, a redução de 50% das emissões de carbono e a limitação do aquecimento global a 1,5°C até 2030.

Na Agenda 2030, o combate às mudanças climáticas é o foco do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 13, que prevê a tomada de medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos. “A biodiversidade é a alma da nossa casa. Quando ela é poluída, aviltada e queimada, falta segurança alimentar, água, qualidade no ar. Temos que aprender a crescer economicamente sem degradar o Brasil e a vida das gerações futuras”, disse a coordenadora geral da Gestos e uma das cofacilitadoras do GT Agenda 2030, Alessandra Nilo.

A atividade no Recife se somou a outras marcadas para ocorrer em várias regiões do Brasil e do mundo, na esteira da Greve Global pelo Clima (Climate Strike), capitaneada pelo movimento Fridays for Future, criado pela jovem sueca Greta Thunberg. Mais de 4 milhões de pessoas, em 163 países, foram às ruas para pedir o fim dos combustíveis fósseis. De acordo com o movimento 350.org, foram 130 mil participantes na América Latina, sendo 60 mil no Brasil em mais de 50 ações espalhadas por 18 estados. As atividades da Greve Global pelo Clima vão se estender até a próxima sexta-feira (27/09), aproveitando o momento em que as lideranças mundiais estão reunidas na 74ª Assembleia Geral das Nações Unidas.

Leia também:

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s