Quem faz

O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 é uma coalizão formada por entidades de todas as regiões do Brasil.

Grupo facilitador

Gestos – Soropositividade, Comunicação e Gênero
(Recife, PE)

A Gestos tem por objetivo defender os Direitos Humanos das pessoas soropositivas para o HIV e das populações vulneráveis às DSTs e ao vírus que provoca a AIDS. Para isso, atua nas áreas de Educação, Comunicação e Políticas Públicas.

Atua nos ODS na área de HIV e AIDS e equidade de gênero, com foco na agenda de direitos sexuais e reprodutivos e direitos humanos em geral, Meios de Implementação e Financiamento para o Desenvolvimento (FfD).

A Gestos facilitou o trabalho em rede do GT Agenda 2030 no Brasil desde a sua criação, em junho de 2015, até outubro de 2017, quando, em reunião de planejamento, o grupo selecionou duas outras organizações para dividir as tarefas.

Representantes:  Alessandra Nilo e Cláudio Fernandes
Site | Facebook | Twitter | Instagram

Instituto Democracia e Sustentabilidade
(São Paulo, SP)

O IDS é um think-tank fundado em 2009 por um grupo de lideranças políticas, empresariais, acadêmicas e sociais, constituído como uma organização da sociedade civil, plural e apartidária. Sua criação emerge do entendimento de que democracia e sustentabilidade são valores indissociáveis: o desenvolvimento sustentável só será articulado e alcançado pelo fortalecimento da democracia. Ao mesmo tempo, os valores da sustentabilidade alimentam e fortalecem o processo democrático.

Representante: Fábio de Almeida Pinto
Site | Facebook | Twitter | Instagram

Aliança de Controle ao Tabagismo e Saúde
(Rio de Janeiro, RJ e São Paulo, SP)

A ACT+ é uma organização não governamental que atua na promoção de políticas públicas de saúde, por meio de iniciativas de advocacy, comunicação e mobilização da sociedade civil. Desde 2006 contribui para a redução do tabagismo no país, e a partir de 2013 vem trabalhando também na prevenção do uso nocivo do álcool e das bebidas adoçadas, como refrigerantes e sucos embalados, e atua na promoção da alimentação saudável e a atividade física para o bem estar.

RepresentanteMônica Andreis (monica.andreis@actbr.org.br)
Site | Facebook | Twitter | Instagram

Organizações associadas

Ação Educativa
(São Paulo, SP)

A Ação Educativa, Assessoria, Pesquisa e Informação realiza atividades de formação e apoio a grupos de educadores, jovens e agentes culturais tendo em vista a justiça social, a democracia participativa e o desenvolvimento sustentável. Nos ODS, acompanhou as articulações internacionais no campo da educação e participou das discussões que analisaram e incidiram, principalmente, sobre o ODS 4.

RepresentanteVera Massagão
Site | Facebook | Twitter | Instagram

ActionAid
(Recife, PE e São Paulo, SP)

A ActionAid Brasil é parte da rede internacional de organizações não governamentais do mesmo nome. Somos uma organização internacional que trabalha por justiça social, igualdade de gênero e pelo fim da pobreza. No Brasil desde 1999, atuamos em mais de 2.4 mil comunidades e beneficiamos mais de 300 mil pessoas. Trabalhamos em parceria com comunidades e organizações locais em projetos de educação, agroecologia e clima, igualdade de gênero e participação e democracia.

Representante: Sérgio Floro Costa
Site | Facebook | Twitter | Instagram

Agenda Pública
(São Paulo, SP)

A Agenda Pública, organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP), tem o intuito de aprimorar a gestão pública, a governança democrática e incentivar a participação social. Nos ODS, traz sua experiência em implementação dos ODM no Brasil, tendo apoiado a construção do Programa da Agenda de Compromissos do Governo Federal e Municípios; o Guia para municipalização dos ODM com o PNUD e o Governo Federal. A Agenda Pública foi escolhida pela curadoria da Folha de S.Paulo o “Empreendedor Social do Ano de 2015”.

Representante: Flávia Pellegrino
Site | Facebook | Twitter

Artigo 19
(São Paulo, SP)

A Artigo 19 é uma organização não-governamental de direitos humanos nascida em 1987, em Londres, com a missão de defender e promover o direito à liberdade de expressão e de acesso à informação em todo o mundo. Seu nome tem origem no 19º artigo da Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU. Com escritórios em nove países, a Artigo 19 está no Brasil desde 2007, e desde então tem se destacado por impulsionar diferentes pautas relacionadas à liberdade de expressão e informação. Entre as quais, estão o combate às violações ao direito de protesto, a proteção de defensores de direitos humanos e comunicadores, a descriminalização dos crimes contra a honra, a elaboração e a implementação da Lei de Acesso à Informação, e a construção e defesa do Marco Civil da Internet.

RepresentanteJoara Marchezini (joara@article19.org)
Site | Facebook | Twitter | Instagram

Casa Fluminense
(Rio de Janeiro, RJ)

Formada em 2013 por ativistas, pesquisadores e cidadãos identificados com a visão de um Rio de Janeiro mais integrado, a Casa Fluminense acredita que a realização deste horizonte passa pela afirmação de uma agenda pública aberta à participação de todos os fluminenses e destinada universalmente a todo o seu território e população e não apenas – ou prioritariamente – para as áreas centrais da capital. Funciona como pólo de uma rede de pessoas e organizações dedicado a fomentar ações compartilhadas voltadas à promoção de igualdade, ao aprofundamento democrático e ao desenvolvimento sustentável no Rio de Janeiro, alcançando por inteiro na “cidade metropolitana” comum.

RepresentanteCid Blanco
Site | Facebook | Twitter | Instagram

Centro Rio de Saúde Global
(Rio de Janeiro, RJ)

O Centro Rio para a Saúde Global, sediado na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, pretende atuar em rede com pesquisadores de outras instituições brasileiras e de estruturas similares em outros países. A proposta é articular pesquisadores de diversas disciplinas como agentes ativos de produção de conhecimento e tecnologia.

Representante: Eduardo Faeirstein
Site | Facebook

Cineclube Socioambiental “Em Prol da Vida”
(São Paulo, SP)

O Cineclube Socioambiental “Em Prol da Vida” atua na perspectiva do fortalecimento de Diálogos Intergeracionais através de processos de Educação, Arte e Cultura, promovendo o “Ativismo e a Mobilização para a Sustentabilidade”. Atua em processos e ações de formação e sensibilização para capilarizar e qualificar informações sobre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ampliando o diálogo e as reflexões em âmbito nacional. Articula parcerias com redes, coletivos, ONGs e movimentos que atuam na “defesa de direitos” e que podem contribuir na implementação e enraizamento dos ODS.

Representante: Doroty Martos
Site | Facebook | Twitter | Instagram 


Coletivo Clímax Brasil
(Campinas, SP | Nacional)

O Clímax Brasil é um coletivo de jovens que está tirando as mudanças climáticas do armário com a missão de chacoalhar os adolescentes e jovens do Brasil para que entendam o que são as mudanças climáticas e como eles podem se engajar na temática. A proposta do Clímax Brasil é organizar intervenções feitas por jovens para jovens que visam transformar as mudanças climáticas em um assunto mais digerível e próximo às realidades da juventude. O Clímax Brasil quer que o jovem brasileiro se interesse por esse tema, entenda a sua importância e lute em rede para que as soluções para esse problema sejam implantadas.

Representante: Luciano Fontelle
Site | Facebook | Twitter | Instagram 


Coletivo Mangueiras
(Caruaru, PE | Nacional)

O Mangueiras é um coletivo autônomo de jovens feministas que lutam por Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos em uma perspectiva integral e interseccional a partir do reconhecimento da diversidade.

Representante: Mathaus Ranie (mangueiras@mangueiras.org)
Site | Facebook | Twitter 

Datapedia
(São Paulo, SP)

O Datapedia é um centro de processamento de dados para construir informações baseadas em evidências empíricas e estatísticas. Acredita que o acesso à informação em contexto gera maior autonomia ao cidadão, que as premissas utilizadas nas análises devem sempre ser explícitas; que a s informações e análises devem ser apresentadas de forma amigável, inteligível e consistente; e que a sociedade se torna mais civilizada quanto mais visíveis forem as pessoas e mais tangíveis forem os resultados.

Representante: Marcos Silveira  
Site | Facebook 

Engajamundo
(João Pessoa, PB | Nacional)

O Engajamundo é uma organização de liderança jovem e feita para jovens. Não tem fins lucrativos e nem rabo preso com nenhum partido, governo ou empresa. São abertos a todos que acreditam na importância da atuação da juventude na esfera global. Acredita que as juventudes são peça fundamental da solução para encarar os maiores desafios sociais e ambientais enfrentados no Brasil e no mundo. Busca abrir caminhos para a participação efetiva dos jovens nas decisões importantes que impactam o presente e o futuro. Por meio de formações, mobilização e ações de ativismo, a organização se dedica a empoderar a juventude brasileira para compreender, participar e incidir em processos políticos internacionais. Reivindica também mais acesso e representação da juventude nestes processos, para que os jovens tenham cada vez mais espaço para articular suas demandas em todos os âmbitos políticos.

Representante: Marne Lima
Site | Facebook | Twitter | Instagram 

FBES
(Belo Horizonte, MG | Nacional)

O Fórum Brasileiro de Economia Solidária está organizado em todo o país em mais de 160 Fóruns Municipais, Microrregionais e Estaduais e busca fortalecer o movimento da Economia Solidária e a promoção do direito ao trabalho associado. É um instrumento do movimento da Economia Solidária, um espaço de articulação e diálogo entre diversos atores e movimentos sociais pela construção da economia solidária como base fundamental de outro desenvolvimento socioeconômico para o Brasil.

Representante: Francisca “Xica” Maria da Silva
Site | Facebook | Twitter

Fundação Grupo Esquel Brasil
(Rio de Janeiro, RJ e Brasília, DF)

O Grupo Fundação Esquel acompanha a sociedade civil brasileira nas questões de desenvolvimento sustentável a nível nacional e internacional. É uma rede de organizações não governamentais dedicadas ao fortalecimento da cidadania, no sentido da construção de novas formações econômicas e sociais para o desenvolvimento sustentável na América Latina. Traz a sua experiência com a Agenda 21 para articular perspectivas e posições de distintos movimentos e grupos da sociedade brasileira para enfrentar os desafios da transição para o desenvolvimento sustentável.

Representante: Rubens Born
Site | Facebook |

 IABS
(Brasília, DF)

Criado em 2003, o Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (IABS) é uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP). Seu objetivo permanente é contribuir para o bem estar social, o desenvolvimento sustentável e a redução das desigualdades em níveis local, regional, nacional e internacional. Para suas ações, considera a integridade e qualidade socioambiental, o desenvolvimento e o fortalecimento institucional, a defesa do patrimônio natural e cultural, a melhoria da qualidade de vida e a garantia do acesso a tais benefícios às gerações presentes e futuras.

Representante: Eric J. Sawyer (iabs@iabs.org.br)
Site | Facebook | Twitter | Instagram

IDDH
(Joinville, SC)

O Instituto de Desenvolvimento e Direitos Humanos (IDDH) é uma organização não-governamental sem fins lucrativos, criada em Joinville, Santa Catarina, Brasil em Junho de 2004. Tem a missão de promover uma educação para a cidadania no Brasil, que deve ser voltada para uma cidadania global, da educação em direitos humanos, da educação para a paz, da educação para o desenvolvimento sustentável, da educação ativa, dentre outras formas de educação participativa e emancipatória. O IDDH tem assento no Comitê Nacional de Educação em Direitos Humanos, é membro do NGO Working Group on Human Rights Education and Learning (Genebra/Suíça) e possui status consultivo na Organização das Nações Unidas (ONU).

Representante: Fernanda Lapa (flapa@iddh.org.br)
Site | Facebook | Instagram

Impact Hub
(São Paulo, SP)

O Impact Hub São Paulo foi criado como um coworking
 de impacto social e se transformou em um catalisador de causas 
com um laboratório 
permanente focado em causas. Como primeiro espaço de coworking no Brasil e segundo Impact Hub no mundo, chegou a São Paulo em 2007 e atualmente conta com mais de 300 membros e mais de 10 mil histórias que foram impactadas pela comunidade. Os membros são empreendedores, investidores sociais, freelancers, ativistas, criativos, consultores, intraempreendedores atuando em grandes organizações, estudantes, educadores, futuros empreendedores e qualquer pessoa e/ou organização interessada em direcionar suas atividades a uma realidade mais sustentável.

Representante: Petrina Santos
Site | Facebook | Twitter | Instagram

Inesc
(Brasília, DF)

O Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) criado em 1979, é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, não partidária e com finalidade pública. Sua ações são orientadas para ampliar a participação social em espaços de deliberação de políticas públicas. Em suas intervenções sociais utiliza o instrumental orçamentário como eixo estruturante do fortalecimento e da promoção da cidadania. Para ampliar o impacto de suas ações, atua em estreita parceria com outras organizações, movimentos e coletivos sociais. Tem como missão institucional contribuir para o aprimoramento dos processos democráticos visando à garantia dos direitos humanos, mediante o diálogo com cidadãos e cidadãs e a articulação e o fortalecimento da sociedade civil para influenciar os espaços de governança nacional e internacional e a consciência da sociedade.

Representante: Iara Petricovski
Site | Facebook | Twitter

 COEP Brasil
(Rio de Janeiro, RJ)

O Instituto de Desenvolvimento Comunitário e Participação Social (COEP) foi criado em 1993 no âmbito da grande mobilização nacional contra a pobreza liderada pelo sociólogo Herbert de Souza – Betinho com a participação de 33 organizações. O objetivo era reunir empresas para somar esforços na articulação e implementação de ações voltadas para o combate à fome e à miséria. Ao longo de sua existência, o COEP cresceu, diversificou-se, incorporou novas adesões e ampliou seu escopo de atuação, consolidando-se como uma Rede Nacional de Mobilização Social, formada por uma Rede de Comunidades, Rede de Organizações e Rede de Pessoas. Com o objetivo de dar unidade ao processo de mobilização de sua rede, o COEP , a partir de seu planejamento estratégico definiu três eixos de atuação: erradicação da miséria; meio ambiente, clima e vulnerabilidade; direitos e cidadania.

Representante: Gleyse Peiter
Site | Facebook | Twitter

Instituto Igarapé
(Rio de Janeiro, RJ)

O Instituto Igarapé é um think and do tank independente, dedicado à integração das agendas da segurança, justiça e do desenvolvimento. Seu objetivo é propor soluções inovadoras a desafios sociais complexos, por meio de pesquisas, novas tecnologias, influência em políticas públicas e articulação. Atualmente trabalha com cinco macrotemas: política sobre drogas nacional e global; segurança cidadã; consolidação da paz; cidades seguras; e segurança cibernética.

Representante: Maiara Folly
Site | Facebook | Twitter

Mirim Brasil
(Recife, PE)

O Mirim Brasil – Movimento Infantojuvenil de Reivindicação é uma entidade sociopolítica, sem fins lucrativos e de direito privado, fundada em 15 dezembro de 1990, no Recife (PE). Luta em defesa e promoção dos direitos humanos com foco na infância, adolescência e juventude, no Brasil e no mundo. Igualdade, solidariedade, justiça, democracia, participação popular, transparência, equidade de gênero, livre orientação sexual e paz são princípios e valores sob os quais o Movimento atua. Trabalha por uma sociedade justa e irrestritamente inclusiva.

Representante: Sylvia Campos | Presidente e Diretora Estadual da Abong (Pernambuco)
Site | Facebook | Twitter | Instagram

MNCP
(Porto Alegre, RS | Nacional)

O Movimento Nacional das Cidadãs Positivas (MNCP) tem como objetivos atuar como rede em defesa e garantia dos direitos e controle social de política de saúde para mulheres e formar mulheres do MNCP nas temáticas: direitos humanos, estigma e discriminação, saúde sexual e saúde reprodutiva, controle social de políticas públicas.

Representante: Sílvia Andréa Vieira
Facebook

Parceria Brasileira Contra a Tuberculose
(Porto Alegre, RS)

A Parceria Brasileira contra a Tuberculose (Stop TB Brasil) trabalha para eliminar a Tuberculose como um problema de saúde pública, tendo como eixo de atuação o contexto econômico, social e político. A Parceria trabalha com parcerias público-privadas e com parcerias público-público no intuito de criar soluções inovadoras para o cuidado e o controle da TB no Brasil.

Representante: Márcia Leão
Site | Facebook

Plan Internacional Brasil
(São Paulo, SP e São Luís, MA)

A Plan International Brasil é uma organização humanitária parte de uma rede internacional que trabalha com desenvolvimento comunitário centrada na criança e no adolescente, sem nenhuma filiação religiosa, política ou governamental. A organização é comprometida com a causa de proteção infantil. A Plan trabalha para que as crianças cresçam saudáveis e protegidas, aprendam a reivindicar os seus direitos e se eduquem para realizar todo o seu potencial. E combatemos a pobreza, ajudando comunidades a se organizar e se desenvolver.

Representante: Flávio Debique
Site | Facebook | Twitter | Instagram

REBRAPD
(Rio de Janeiro, RJ | Nacional)

A Rede Brasileira de População e Desenvolvimento (REBRAPD) foi constituída como omo um espaço de difusão de temas ligados a agenda de população e desenvolvimento e como plataforma de seguimento da Agenda de Cairo (População e Desenvolvimento), com foco nas questões de direitos humanos, a partir do ponto de vista da população afrodescendente e dos direitos sexuais e reprodutivos da população LGBTI. É formada por mais de 20 redes, coletivos, ONGs de âmbito nacional que trabalham com temas populacionais na construção de uma agenda integral de direitos. Tem como missão fortalecer estratégias de incidência política da sociedade civil brasileira em temas correlatos e interseccionais a agenda de população e desenvolvimento em âmbito nacional, facilitando o diálogo entre as articulações regionais e globais já existentes. O norte das ações é potencializar o seguimento da implementação da agenda de Cairo com garantia da participação ativa da sociedade civil.

Representante: Richarlls Martins 
Site | Facebook 

RNP+
(Recife, PE | Nacional)

A Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/AIDS (RNP+) trabalha para auxiliar as Pessoas Vivendo com HIV e Aids (PVHA) para que melhorem a sua qualidade de vida e defendam seus direitos e interesses. Os principais valores apresentados pela RNP+Brasil em suas ações são: cooperação, solidariedade, credibilidade e seriedade.

Representante: Jair Brandão
Site | Facebook | Twitter

Rede Nossa São Paulo
(São Paulo, SP | Nacional)

Mais de setecentas organizações da sociedade civil integram a Rede Nossa São Paulo, que pretende construir uma força política, social e econômica capaz de comprometer a sociedade e sucessivos governos com uma agenda e um conjunto de metas a fim de oferecer melhor qualidade de vida para todos os habitantes da cidade. Quanto aos ODS, em 2015, articulou-se com o grupo convocado pela Abong, quando o trabalho se intensificou no seguimento da construção dos indicadores nacionais, que está sendo feito pelo IBGE.

Representante: Zuleica Goulart | Coordenadora de Mobilização do Programa Cidades Sustentáveis
Site | Facebook | Twitter | Instagram

Vida Brasil
(Salvador, BA)

Com sede em Salvador, a Associação Vida Brasil atua na área de direitos humanos e educação para a cidadania junto a crianças e adolescentes, mulheres, pessoas com deficiência e moradores do meio peri-urbano.

Representante: Damien Hazard | Coordenador Geral e Diretor estadual da Abong (Bahia)
Site | Facebook

Visão Mundial
(Brasília, DF)

A Visão Mundial é uma organização cristã de desenvolvimento e resposta às situações de emergência. Está no Brasil desde 1975 atuando através de programas e projetos nas áreas de proteção, educação, advocacy e emergência, priorizando crianças e adolescentes que vivem em situação de vulnerabilidades diversas.

Representante: Wellinton Pereira
Site | Facebook | Twitter | Instagram

Organizações parceiras

Friedrich Ebert Stiftüng
(São Paulo, SP)

A FES, fundada em 1925, é a fundação política mais antiga da Alemanha e foi criada para dar continuidade ao legado político de Friedrich Ebert, o primeiro presidente alemão eleito democraticamente. Como fundação política, o trabalho da entidade é regido pelos ideais e valores fundamentais da democracia social – liberdade, justiça e solidariedade – o que a conecta à socialdemocracia e aos sindicatos livres. Como uma instituição privada de utilidade pública sem fins lucrativos executa o trabalho de forma autônoma e independente.

RepresentanteGonzalo Berron
Site | Facebook | Twitter

A União Europeia  apoia o Grupo de Trabalho da Sociedade Civil
para a Agenda 2030 no Brasil.