Carta aberta é entregue à presidência da Cepal denunciando retrocessos no desenvolvimento sustentável do Brasil e da América Latina

Mais de cem organizações da sociedade civil no Brasil e na América Latina e Caribe aderiram à Carta do Grupo de Trabalho Agenda 2030 para denunciar como os retrocessos em curso no Brasil dificultam o avanço de direitos na América Latina. O documento foi entregue na quarta-feira (9) à presidenta da Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal, Alicia Bárcenas, durante a Quinta Reunião do Foro dos Países da América Latina e do Caribe, que aconteceu na Costa Rica

Trecho da carta registra a diminuição de espaço cívico e o crescimento dos ataques contra pilares da democracia, como a imprensa livre e participação social, esta última em franca deterioração desde o decreto 9.759, de 11 de abril de 2019, que eliminou centenas de Conselhos e Fóruns, inclusive fechando a Comissão Nacional dos ODS, criada em 2016 como um colegiado paritário, de natureza consultiva, para articular, mobilizar e estimular o diálogo entre os entes federativos, o setor privado e a sociedade civil.

As instituições ressaltam ainda que o contexto nacional no Brasil “é de maior autoritarismo e enfraquecimento das instituições, e tornou-se extremamente contrário ao desenvolvimento sustentável”. Apontam crescimento da pobreza, da fome, do desemprego e das violências e registram que “o governo federal tem respondido com a redução substancial de investimento público em áreas estruturantes para a sustentação das políticas públicas garantidoras de direitos, inclusive para o fomento das capacidades técnicas e científicas necessárias ao desenvolvimento sustentável”.

“Muito importante a entrega desta Carta Aberta à Cepal. A situação do Brasil é gravíssima, como mostram os dados, e isso tem um alto Impacto em toda a região. Assim, mostramos que a sociedade civil organizada está ativa e atenta, vivemos realmente em um contexto nacional insustentável, com violações de direitos ocorrendo cotidianamente”, destaca Alessandra Nilo, coordenadora geral da Gestos e uma das cofacilitadoras do GT Agenda 2030 no Brasil.

Integra da carta 👉🏾 https://bit.ly/34uw9ei

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s