Seminário discute governança e combate à corrupção e suas relações com o ODS 16

Evento promovido pelo GT Agenda 2030 e Frente Parlamentar Mista de Apoio aos ODS ocorrerá em 1º de julho, às 14h, e será transmitido ao vivo pelo YouTube

O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030) e a Frente Parlamentar Mista de Apoio aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) promovem no dia 1º de julho, às 14h, o seminário “Governança e combate à corrupção e suas relações com o ODS 16”. O evento, que será transmitido ao vivo pelo YouTube, tem como objetivo abordar temas como governança, sistema de controle e combate à corrupção por meio de inteligência artificial no setor público e os desafios e avanços apresentados com relação à implementação da agenda de desenvolvimento sustentável no Brasil.

A abertura e mediação do evento ficarão a cargo do deputado federal Nilto Tatto, que preside a Frente Parlamentar Mista de Apoio aos ODS. A diretora executiva da ARTIGO 19, Denise Dora, representará o GT Agenda 2030 apresentando o painel “Corrupção, ODS 16 e Agenda 2030”. A ARTIGO 19 é uma das 57 organizações que integram o grupo de trabalho e tem como missão defender e promover o direito à liberdade de expressão e de acesso à informação em todo o mundo, estando presente em nove países.

Os demais participantes confirmados são: Fernando Forattini, especialista em corrupção e doutorando em História pela PUC-SP; Paulo Alves, servidor de carreira do STJ e bacharel em direito; Volpi Gomes, fiscal fazendário e diretor de Comunicação da Associação Nacional dos Auditores Fiscais de Tributos dos Municípios e Distrito Federal (Anafisco);  e Barbara Krysttal, conselheira da União dos Vereadores do Brasil e consultora do Instituto Sagres e Compliance.

O Objetivo 16 da Agenda 2030 – Paz, Justiça e Instituições Eficazes prevê a promoção de sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, o acesso à justiça para todos e todas e a construção de instituições que sejam eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis. A questão da corrupção aparece mais especificamente na Meta 16.5 – Reduzir substancialmente a corrupção e o suborno em todas as suas formas.

O Índice de Capacidade de Combate à Corrupção 2021, divulgado pela Americas Society/Council of the Americas (AS/COA) e pela Control Risks neste mês de junho, mostra que o Brasil caiu de quarto para sexto lugar no ranking de combate à corrupção entre os países latino-americanos. Em 2019, o Brasil estava na segunda colocação.

“O Brasil tem apresentado uma das trajetórias mais preocupantes entre os países da América Latina”, declarou o diretor da Control Risks, Thomaz Favaro. “Recentemente o país sofreu alguns revezes, com uma série de tentativas de ingerência governamental sobre órgãos-chave, como a Polícia Federal e o Ministério Público, e também uma série de decisões judiciais que impactaram a luta anticorrupção”, completou.

Confira a programação do Seminário

Data: 01/07 – 14h

Mediação
Dep. Federal Nilto Tatto
Frente Parlamentar Mista de Apoio aos ODS

Corrupção, ODS 16 e Agenda 2030
Denise Dora
Diretora executiva ARTIGO 19/GT Agenda 2030

O sentimento anticorrupção como instrumento político-econômico para agendas antidemocráticas e populistas
Fernando Forattini
Especialista em corrupção/Doutorando em História (PUC-SP)

Governança no Setor Público como fator de Paz e Justiça
Paulo Alves
Servidor de carreira do STJ/Bacharel em Direito

Sistema de Controle: Desafios e Oportunidades para promoção de Instituições Eficazes
Volpi Gomes
Fiscal fazendário/Diretor de Comunicação da Anafisco

Combate à Corrupção por meio de Inteligência Artificial no Setor Público e a formação de instituições fortes
Barbara Krysttal
Conselheira da União dos Vereadores do Brasil/Consultora do Instituto Sagres de Compliance

Transmissão ao vivo: www.youtube.com/gtagenda2030/live

Últimos posts do blog

Uma em cada três pessoas é afetada pelo câncer no mundo e no Brasil, o Instituto Nacional de Câncer regista cerca de 600 mil novos casos por ano. Por isso o Objetivo do Desenvolvimento Sustentável (ODS) 3, que trata do direito a uma vida saudável, aliado ao ODS 2, que visa acabar com a fome…

Falta de acesso a serviços de saúde ocular compromete a Agenda 2030 da ONU, alerta pesquisa.

fonte: https://jornal.usp.br/ciencias/falta-de-acesso-a-servicos-de-saude-ocular-compromete-agenda-2030-da-onu/ Encontrar um oftalmologista para tratar catarata ou corrigir uma miopia, por exemplo, não é tarefa fácil para parcela importante da população mundial. Apenas 10% das pessoas acima de 50 anos de idade na América Latina, Ásia e África têm suas necessidades de uso de óculos contempladas; em países ricos esse número chega a…

Comida boa, bonita, barata e de baixo impacto climático

Que tal experimentar neste finde uma comida gostosa, com ingredientes simples e que, além de tudo isso, está alinhada aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável? A Clímax Brasil realizou, com o apoio do GT Agenda 2030 e financiamento da União Europeia, uma série focando na culinária de diversas regiões Brasileiras. São receitas que têm como ingredientes…

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s