GT Agenda 2030 dá as boas-vindas à Ação da Cidadania

Organização fundada em 1993 pelo sociólogo Herbert de Souza atua no combate à fome e à desigualdade socioeconômica

“Quem tem fome, tem pressa”, dizia o sociólogo Herbert de Souza, conhecido como Betinho (1935-1997). Em 1993, ele fundou a Ação da Cidadania, com o intuito de combater a fome e a desigualdade socioeconômica no Brasil e assim ajudar os mais de 32 milhões de brasileiros e brasileiras que viviam abaixo da linha da pobreza naquele ano. A instituição passa agora a integrar o Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030).

Desde sua criação, a ONG deu início a uma série de iniciativas, sendo o Natal Sem Fome a mais célebre delas. A instituição trabalha para estimular a participação cidadã na construção e melhoria das políticas públicas de segurança alimentar e nutricional e de erradicação da miséria e da pobreza. Em 2020, a Agenda Betinho apresentou 40 propostas de ações e políticas públicas comprometidas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 1 (Erradicação da pobreza), 2 (Fome zero) e 10 (Redução das desigualdades).

Além disso, movida pelo crescimento da extrema pobreza no país no último ano, a ONG lançou a campanha Brasil Sem Fome (www.brasilsemfome.org.br), que de forma ininterrupta, segue com a arrecadação em prol das famílias em insegurança alimentar. Também fazem parte do portfólio da ONG ações como hortas comunitárias, formação de lideranças e apoio a lideranças comunitárias, companhia de circo, cineclube, formação de empreendedores em negócios populares, entre outras.

“Em 2021, ano em que completa 28 anos de experiência no desenvolvimento de projetos com foco na erradicação da fome e da miséria no Brasil, a Ação da Cidadania conta com uma extensa Rede de Comitês atuando em 20 estados mais o Distrito Federal”, afirma a coordenadora de Advocacy da Ação da Cidadania, Ana Paula Souza. Segundo ela, atualmente, apenas no Estado do Rio de Janeiro, são mais de 250 lideranças comunitárias, associações de moradores, centros socioculturais, entidades religiosas, creches comunitárias, coletivos e outros grupos cadastrados nesta Rede e atuando como mediadores e multiplicadores de ações e conteúdos em territórios vulnerabilizados em 17 municípios da Região Metropolitana.

“Sendo assim, acreditamos poder contribuir com o desenvolvimento do GT Agenda 2030, nos colocando à disposição para participar das ações propostas e mobilizar nossa rede em prol da elaboração e difusão do Relatório Luz, além do fortalecimento das ações em nível nacional que buscam o alcance das metas dos ODS 1, 2 e 10”, completa Ana Paula. Acompanhe o trabalho da Ação da Cidadania por meio do website www.acaodacidadania.org.br e das mídias sociais Facebook, Instagram e Twitter.

Leia também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s