GT Agenda 2030 dá as boas-vindas à Associação Alternativa Terrazul

Organização atua no intuito de contribuir com a construção de sociedades sustentáveis, tendo como referência os valores e princípios da Carta da Terra

Em 29 de abril de 1999, surgia em Fortaleza (CE) a Associação Alternativa Terrazul, uma organização não governamental socioambientalista, que agora se torna o mais novo membro do Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030). Hoje sediada em Brasília (DF), a instituição atua em projetos, programas, campanhas e ativismo no intuito de contribuir com a construção de sociedades sustentáveis, tendo como referência os valores e princípios da Carta da Terra.

A visão da Alternativa Terrazul é unir forças para construir sociedades sustentáveis baseadas em: Direitos Humanos Universais; Direitos da Mãe Terra; Justiça Social; Econômica e Ambiental; Cultura de Paz e Democracia. Isso é feito por maio da promoção e execução de programas e projetos de desenvolvimento local sustentável, direcionados a jovens, mulheres, indígenas, comunidades pobres de periferia e do campo.

“Acreditamos que nossa entrada no GT Agenda 2030 irá somar com a pactuação da sociedade civil para implementação dos 17 objetivos de Desenvolvimento Sustentável fortalecendo caminhos para gerar sociedades sustentáveis.  Contribuindo através da nossa atuação em projetos, programas e ativismo guiada por princípios e valores da Carta da Terra para impulsionar as pessoas a um mundo mais justo, sustentável e pacífico”, comentou Ana Laíse da Silva Alves, da diretoria colegiada da Associação Civil Alternativa Terrazul.

A Carta da Terra é uma declaração de princípios éticos fundamentais para a construção de uma sociedade global justa, sustentável e pacífica. O documento é resultado de uma década de diálogo, tendo começado como uma iniciativa das Nações Unidas, mas que se desenvolveu e finalizou como uma iniciativa global da sociedade civil. Em 2000, a Comissão da Carta da Terra, uma entidade internacional independente, concluiu e divulgou o documento como a carta dos povos.

A Alternativa Terrazul surgiu através de aliança entre sindicalistas e ambientalistas com o objetivo de desenvolver ações de defesa do meio ambiente com prioridade nos movimentos sociais e organizações camponesas. Ao longo desses mais de 20 anos de história, a organização tem participado ativamente dos Fóruns Sociais Mundiais e de um conjunto de alianças e redes locais, regionais, nacionais e globais que promove a luta pelos direitos humanos e a preservação ambiental.

Acompanhe as ações da Alternativa Terrazul pelo site http://www.alternativaterrazul.org.br e pelas redes sociais Facebook, Twitter e Instagram.

Leia também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s