Guia lançado pelo Engajamundo ensina como fazer advocacy para a ação climática

Publicação, disponível em português e espanhol, foi elaborada conjuntamente com a Rede Regional sobre Mudanças Climáticas e Tomada de Decisões – Programa UNITWIN da Unesco

O Engajamundo, organização membro do Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030) que atua no enfrentamento de problemas ambientais e sociais por meio da mobilização de lideranças jovens, lançou no último mês de dezembro a publicação “Ação climática local – um guia para jovens da América Latina”. O manual, disponível em português e em espanhol, foi elaborado conjuntamente com a Rede Regional sobre Mudanças Climáticas e Tomada de Decisões – Programa UNITWIN da Unesco.

O guia nasceu a partir do reconhecimento das nuances da América Latina e Caribe e da compreensão de que as juventudes têm o potencial para protagonizar a mudança sistêmica necessária para a justiça climática, começando em seu território. A região é uma das mais afetadas pela crise climática que, segundo dados do relatório Preparing for Internal Climate Migration, do Banco Mundial, forçará mais de 5,8 milhões de pessoas a deixar suas casas/regiões até 2050.

De acordo com o IPCC 1.5, essa crise também ameaça a saúde, a segurança alimentar e os ecossistemas terrestres da região. O combate às mudanças climáticas é foco do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável nº 13 da Agenda 2030, visando à tomada de medidas urgentes para enfrentar a mudança do clima e seus impactos por todos os países-membros da ONU, incluindo o Brasil.

“O Guia de Ação Climática Local traduz em linguagem acessível reflexões sobre como as juventudes podem agir em suas comunidades em prol da agenda climática, inspirado na realidade de jovens ativistas latino-americanos e nas experiências do Engajamundo e outras organizações que combatem a crise climática. Ele é uma ferramenta para inspirar questionamentos e apresentar caminhos para uma transformação local”, diz a organização.

Antes de entrar especificamente na parte de ação climática local, a publicação apresenta o conceito de advocacy, como “ato de defender, apoiar ou recomendar uma causa”, por meio da prática de influenciar pessoas que elaboram políticas públicas e da mobilização da sociedade. Na sequência, o guia mostra ferramentas e táticas para se criar uma estratégia de advocacy climático, desde a identificação e o mapeamento do problema, passando pela estratégia e preparação e chegando até à ação e à divulgação.

Com informações do Engajamundo.

Baixe aqui o guia em português.

Leia também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s