II Seminário Soluções Inovadoras premia projetos voltados para a Agenda 2030 em todo o Brasil

Evento terá participação da empresária Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho do Magazine Luiza e do Grupo Mulheres do Brasil, junto com Adriana Barbosa, empreendedora que criou a Feira Preta, em um bate papo sobre como as iniciativas de tecnologias sociais devem proceder para atrair a atenção de investidores

O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030) e o Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS) realizam nesta quinta-feira, 6 de agosto, a cerimônia de premiação das 10 iniciativas que foram eleitas as soluções mais inovadoras do ano de 2020 e que contribuem para o desenvolvimento sustentável no Brasil.

A entrega do prêmio é uma das atrações do II Seminário de Soluções Inovadoras, iniciativa criada no ano passado para apresentar ao país ideias que vem sendo desenvolvidas e que se apresentam como soluções para crises em diversas áreas, trazendo respostas por meio de ações mais sustentáveis. E, também, para aproximar esses projetos a potenciais investidores. Nesta edição o seminário deixará de ser presencial e será transmitido via internet pelo endereço www.youtube.com/idsbrasilquequeremos, a partir das 16h.

As 10 iniciativas foram selecionadas a partir de chamada pública que recebeu cerca de 100 inscrições entre 4 de maio e 4 de junho. Agora, os idealizadores de cada projeto irão contar individualmente suas trajetórias, resultados e impactos positivos, nas áreas em que atuam. O painel Negócios de impacto e Agenda 2030: Como atrair a atenção de investidores? vai reunir a empresária Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho do Magazine Luiza e do Grupo Mulheres do Brasil; o empresário e ambientalista Ricardo Young, presidente do IDS; e Adriana Barbosa, criadora da Feira Preta, maior evento de cultura e empreendedorismo negro da América Latina. Juntos, eles vão falar sobre negócios de impacto e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), abordando como essas iniciativas podem atrair a atenção de investidores contribuindo para a recuperação econômica pós-pandemia.

De acordo com a Organização Internacional do Trabalho, 18 milhões de empregos podem ser criados até 2030, somente no setor de energias renováveis, na América Latina e outros seis milhões na economia circular (reciclagem de matérias primas, resíduos e energia). Estudos do Ministério do Turismo mostram que para cada R$ 1 investido num parque pode gerar até R$ 7 de movimentação econômica com ecoturismo no entorno e que a procura por locais de preservação no Brasil gerou R$ 3,1 bilhões em valor agregado ao PIB e R$ 8,6 bilhões em vendas em 2017, envolvendo ramos como alimentação e hospedagem. A recuperação da nossa economia com a promoção de atividades menos intensivas em emissões de CO2, poluentes e consumo de energia e recursos naturais, na esteira do alguns países europeus já começam a adotar, pode ser um importante caminho para o Brasil sair da crise.

O II Seminário de Soluções Inovadoras, que conta com o apoio da União Europeia, visa conectar as soluções com potenciais investidores e apoiadores, fomentando seu ecossistema de impacto. A iniciativa integra atividades do projeto do GT Agenda 2030, que tem como objetivo contribuir para implementação da Agenda 2030 no Brasil.

Prêmio – As soluções recebem como prêmio mentoria técnica com especialistas de mercado, oferecida em parceria com o programa Green Sampa, da ADE Sampa, e Sistema B. As sessões de mentoria serão específicas sobre os desafios que cada projeto está vivendo na atualidade. Serão duas sessões específicas e três sessões conjuntas sobre criação de rede e mapeamento de ecossistema, planejamento estratégico e indicadores de impacto abordando as boas práticas de mercado.

O Seminário busca fomentar soluções que beneficiam diretamente mulheres e promovem a igualdade de gênero. Dos 10 projetos eleitos, dois têm como resultado do trabalho respostas às consequências da pandemia da Covid-19. “As 10 iniciativas selecionadas são o exemplo vivo de que todos e todas podem ganhar se as medidas de recuperação pós-pandemia estiverem alinhadas aos ODS. A preservação do meio ambiente, o desenvolvimento humano, social e a geração de emprego e de renda, quando fomentados de forma conjunta, integrada, geram frutos não só para hoje, mas para as próximas gerações”, afirma Carolina Mattar, coordenadora executiva do IDS e uma das cofacilitadoras do GT Agenda 2030.

Os projetos escolhidos foram selecionados por uma equipe de oito curadores, numa parceria com a ADE Sampa. Entre os critérios de seleção, estavam a solidez da ideia, o nível de inovação, a capacidade de articulação com multiatores, a viabilidade operacional, a capacidade de avaliação e monitoramento e a sustentabilidade financeira. Também foi levado em consideração principalmente o quanto elas contribuem para o alcance de um ou mais ODS.

As ideias vencedoras representam as cinco regiões do país. São elas: Caminhos de Resiliência, do Ceará; Água, Semente da Vida, do Rio Grande do Norte; ECO Recicla, de São Bernardo do Campo/SP; Empodera para uma educação sustentável, de Curitiba/PR; Formigas de Embaúba, da Zona Sul de São Paulo, capital; Guardiões das Nascentes, sediado no Lago Norte de Brasília; Protege BR, que tem como sede São Paulo; Reabilitação Socioeconômica, de Rondônia; Reciclar: Menos Lixo, Mais Segurança Alimentar, de Minas Gerais e ReciclaTec, do Comitê para Democratização da Informática de Santa Catarina.

Os 10 vencedores são exemplos de tecnologias sociais que apontam uma direção sustentável, na contramão do modelo de sociedade e economia decadente que ainda mantemos e que já deu sinais de ser inviável. São iniciativas que convidam para o estabelecimento de um novo ciclo e que aposta em uma vida e economia mais verdes e solidárias.

Serviço:
II Seminário de Soluções Inovadoras
Quando: Quinta-feira, 6 de agosto – 16h
Transmissão ao vivo pelo www.youtube.com/idsbrasilquequeremos

Programação:
16h – Abertura
16h10 – Apresentação das Soluções Inovadoras
17h30 – Anúncio da premiação
17h40 – Negócios de impacto e Agenda 2030: Como atrair a atenção de investidores? 
Mesa debatedora com Ricardo Young, Luiza Helena Trajano e Adriana Barbosa
18h15 – Perguntas & Respostas
18h30 – Encerramento

Leia também:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s