Eleições 2020 e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: Campanha Mudar o jogo propõe inclusão dos ODS nos programas eleitorais dos candidatos e candidatas

A Agenda 2030 é um plano de ação para as pessoas, para o planeta e para a prosperidade, a ser alcançado através da persecução das metas e indicadores estabelecidos nos ODS – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, compromisso global pactuado por 193 países na ONU em 2015. A erradicação da pobreza, o combate às desigualdades e às injustiças e o controle das mudanças climáticas, são seus maiores desafios e, para vencê-los, é preciso transformar a realidade nos territórios, onde a vida acontece.

No Brasil, neste ano de pandemia e de eleições, uma campanha inédita de mídia e advocacy chamada Mudar o Jogo será lançada nacionalmente na próxima segunda-feira (19/10) com o objetivo de divulgar os 17 ODS e fazer com que candidaturas ao Executivo e Legislativo municipais e eleitores e eleitoras se comprometam com a ideia de que é possível mudar o mundo para melhor.

A realização da campanha é do Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 (GT Agenda 2030), coalizão que reúne 50 organizações e redes brasileiras que acompanham a implementação dos ODS no país. A ação conta com financiamento da União Europeia e apoio da Rede ODS Brasil e da Frente Parlamentar Mista de Apoio aos ODS. Entre as atividades da campanha, além da publicação de material nas mídias sociais, como cards, vídeos e podcasts, estão previstos debates públicos virtuais sobre a importância da Agenda 2030 para os municípios, oficinas e disseminação de conteúdos de parceiros do GT Agenda 2030 que promovem os ODS no contexto eleitoral.

Para Alessandra Nilo, coordenadora geral da Gestos e cofacilitadora do GT Agenda 2030, o ano de 2020 e a pandemia de Covid-19 escancararam as desigualdades sociais no Brasil e, nesse contexto, a maneira de se pensar a gestão pública e vida nos municípios precisa mudar. “Mudar o jogo é isso, é adotar o desenvolvimento sustentável – aquele que pensa o presente e o futuro – como eixo central dos municípios. E, para tal, não precisamos inventar a roda: os ODS são esse guia que pode orientar plataformas políticas e, assim esperamos, inspirar eleitores e eleitoras na hora de escolher a quem dar o seu voto”, afirma. “As pessoas precisam e podem voltar a acreditar que é possível, sim, mudar suas vidas a partir de escolhas conscientes nesse momento eleitoral. Ou seja, essa também é uma campanha sobre esperança no futuro”, completa.

As organizações que integram o GT Agenda 2030 acreditam que disseminar os ODS e focar em soluções que se pautam pelo desenvolvimento sustentável em suas três dimensões – social, ambiental e econômica – é o caminho que as novas gestões devem adotar para tornar seus municípios mais justos, equitativos, pacíficos e bem menos vulneráveis a epidemias/pandemias, como a da Covid-19.

A Agenda 2030 (Resolução UN 70/1/2015)é asucessora dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), que vigoraram de 2000 a 2015. Trata-se de um plano de ação para as pessoas, para o planeta, para paz e para a prosperidade, aprovado pelos 193 Estados-membros das Nações Unidas em 2015, tendo o Brasil como um de seus principais articuladores. Seu quadro operativo é composto por 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e 169 metas.

Sobre o GT Agenda 2030 – O Grupo de Trabalho da Sociedade Civil para a Agenda 2030 reúne 50 organizações não governamentais, movimentos sociais, fóruns, redes, fundações e federações brasileiras. O GT incide sobre o Estado brasileiro e as organizações multilaterais, promovendo o desenvolvimento sustentável, o combate às desigualdades e às injustiças e o fortalecimento de direitos universais, indivisíveis e interdependentes, com base no pleno envolvimento da sociedade civil em todos os espaços de tomada de decisão.

SERVIÇO:
Lançamento da campanha Mudar o jogo – Agenda 2030 e as eleições
Quando: segunda-feira, 19/10, das 10h às 11h30
Onde: plataformas YouTube e Facebook (www.youtube.com/gtagenda2030 e www.facebook.com/gtagenda2030).

PROGRAMAÇÃO:

10h | 10h20 – Abertura (Boas-vindas, objetivos e programação)
Suelaine Carneiro (Geledés Instituto da Mulher Negra/GT Agenda 2030)
Ignácio Ibañez (Embaixador da União Europeia no Brasil)

10h20 | 10h40 – Apresentação da campanha
Alessandra Nilo (Gestos/GT Agenda 2030)

10h40 | 11h20 – Considerações sobre a campanha
Dep. Nilto Tatto (presidente da Frente Parlamentar Mista em Apoio aos ODS)
Patrícia Menezes (Rede ODS Brasil)
Niky Fabiancic (coordenador Residente da ONU no Brasil)
Paulo Oliveira (Frente Nacional de Prefeitos)
Representantes do Instituto Rui Barbosa, Associação Brasileira de Municípios e Confederação Nacional de Municípios

11h20 | 11h30 – Encerramento

Leia também:

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s